24 de set de 2010

Três meses para mudar

Redação Época

Uma série de DVDs e fascículos de ÉPOCA mostra a luta de seis sedentários para entrar em forma


Treze semanas. É possível colocar em forma um grupo de seis pessoas sedentárias nesse curto período de tempo, melhorando seus indicadores de saúde, sua aparência e sua autoestima sem cometer exageros de exercícios e alimentação?

No próximo sábado, essa pergunta começará a ser respondida por um programa de qualidade de vida conduzido por Marcio Atalla, o colunista de saúde e bem-estar de ÉPOCA. Em 13 DVDs e fascículos semanais vendidos com ÉPOCA, Atalla mostrará, em formato de reality show, o cotidiano, a evolução e os dilemas de homens e mulheres que aceitaram o desafio de mudar sua vida. O primeiro DVD será distribuído gratuitamente com a edição de ÉPOCA da semana que vem. “Acredito que as pessoas são capazes de controlar os fatores de risco para sua saúde por meio do estilo de vida”, diz Atalla. “A boa aparência é uma consequência natural dessa mudança.”

O grupo escolhido para participar do programa é heterogêneo. Inclui homens e mulheres com idade entre 24 e 64 anos, com peso variando de 72 a 113 quilos. Além de morarem no Rio de Janeiro, eles tinham em comum indicadores preocupantes de saúde. Alguns estavam com colesterol elevado, outros tinham problemas de glicemia e em alguns casos havia indícios de pressão alta, osteopenia (perda de massa óssea) e depressão. Quase todos estavam acima do peso. O paulista Allan Grossmann, de 39 anos, chegou para a primeira avaliação com 118 quilos e totalmente sedentário, exibindo o estado atlético de um homem de 60 anos. Jaqueline Moreira, de 24, outra participante, ganhou peso e perdeu mobilidade nos últimos anos devido à alimentação descontrolada e à falta de exercícios. “Preciso recuperar a qualidade de vida”, diz ela.

Para acompanhar e orientar os participantes do programa, foi montada uma equipe de atendimento formada por um médico, um psiquiatra e três nutricionistas, assessorados por um grupo de 13 consultores externos.

As recomendações desses especialistas sobre exercícios, alimentação e cuidados com a saúde estão incluídas no DVD e nos fascículos do programa. Eles contêm programas de exercícios, dicas de alimentação com receitas exclusivas e orientações de médicos, fisioterapeutas e outros especialistas. Essas informações, diz Atalla, podem ser úteis a qualquer pessoa.

“Acredito que todos podem ganhar saúde e qualidade de vida sem fazer enormes sacrifícios”, diz Atalla. “Basta comer melhor e encaixar no dia a dia as atividades físicas que lhe dão prazer.” Formado pela Universidade de São Paulo há 17 anos, Atalla comanda o programa BemStar, do canal GNT. Desde maio, ele e uma equipe de 20 profissionais estão mergulhados na criação e na realização do programa. Nas últimas 13 semanas, eles têm acompanhado o cotidiano dos seis participantes e de suas famílias, registrando de perto as dificuldades, as crises e as vitórias pessoais de cada um deles. Da experiência, Atalla tirou duas conclusões. Primeira: tempo para fazer exercícios se arranja, quando há orientação e determinação. Segunda: o apoio da família é decisivo.

Fonte:aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/