8 de dez de 2010

Pressão dos verdes frusta tentativa de votar Código Florestal

Pressão dos verdes frusta tentativa de votar Código Florestal nesta terça, 7

Não deu certo a estratégia dos ruralistas de colocar em votação pela Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, 7, o projeto que altera o Código Florestal Brasileiro. Eles apresentaram no Plenário um requerimento pedindo a urgência na apreciação da proposta, no entanto, o documento não foi apreciado. Se for aprovado, o projeto do código poderá ser votado a qualquer momento.

A pressão do Partido Verde, do PSol, da Frente Parlamentar Ambientalista e das entidades de defesa do meio ambiente foi fundamental para evitar a votação.

"Fizemos um trabalho intenso para que o projeto do Código não fosse incuído na pauta", relatou o líder do PV, deputado Edson Duarte (BA). Ele disse que os ruralistas apresentaram uma proposta de votar somente a urgência e deixar a votação do projeto para o próximo ano. "Não acreditamos nessa história de acordo para votar só a urgência" revelou Duarte.

No início da tarde o líder do PV cobrou do governo o compromisso não votar a proposta este ano. "Faço um apelo ao Governo, que disse que não votaria o Código Florestal porque ele e a sociedade não opinaram e os ambientalistas não participaram do debate. No entanto, querem [os ruralistas], no final desta legislatura, talvez ainda hoje, pautar essa matéria que desmancha a legislação ambiental brasileira, que vai de encontro ao que se discute em Cancun (COP 16), a todos os compromissos assumidos pelo Brasil, ao bom senso daquilo que o País deveria fazer para garantir suas florestas", alertou Duarte.

O líder dos verdes destaca que é possível construir um acordo para sanar os pontos divergentes da proposta, de construir sobre o que é convergente e discutir o que não é ponto comum, mas sem atropelar o interesse nacional ao impor um projeto que interessa apenas a uma minoria.

O deputado lembra, no entanto, que esta foi uma tentativa, entre outras que vão ocorrer até o final do ano, e que é preciso estar vigilante para impedir a votação desse projeto.

Liderança do Partido Verde
Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/