5 de fev de 2011

Orgânicos no Jornal Nacional

Orgânicos no Jornal Nacional


Edição do dia 29/01/2011

Ministério da Agricultura regula mercado de produtos orgânicos

Foi criado um selo para alertar o consumidor sobre os alimentos. Segundo o Ministério, cinco mil produtores rurais já estão regularizados e, em pouco tempo, só os produtos que têm um novo selo estarão à venda.

Se você consome produtos orgânicos, preste atenção: só atendem aos requisitos de ausência de adubos químicos e agrotóxicos os alimentos que tiverem um selo do Ministério da Agricultura colado na embalagem.

Marcelo prefere os alimentos orgânicos. “Eu acredito que, por não ter agrotóxicos, seja mais saudável”, opina o médico Marcelo Nascimento.

Mas, como saber se o que está à disposição do consumidor é, de fato, orgânico? “A gente acredita na embalagem que vem orgânico escrito”, conta a pedagoga Rosângela Maria Cardoso.

“Como não houve uma lei que regulasse o setor, então não havia fiscalização. Então, não havia garantia concreta para o consumidor de que o que ele estava levando era orgânico de verdade”, explica o diretor da empresa certificadora, Luiz Mazzon.

De acordo com o último Senso Agropecuário, feito pelo IBGE em 2006, o Brasil tem 90 mil produtores rurais de orgânicos. Pelo menos, foi como eles se declararam aos recenseadores.

A partir de agora, não basta dizer, é preciso provar ao Ministério da Agricultura que o que eles colhem nas lavouras é realmente produzido de forma orgânica.

Foi o que fez a família Pedri, que, há 15 anos, cultiva hortaliças, verduras e frutas sem agrotóxicos e adubos químicos. Ganhou o direito de usar na embalagem um selo do Ministério da Agricultura, uma garantia de qualidade do produto.

“O selo é muito bem-vindo. Um, porque ele não vai encarecer nem pra nós, produtores, nem pro consumidor final. E dois, porque todo mundo vai seguir as mesmas regras, então não corre o risco de haver uma concorrência desleal”, declara o produtor rural Robson Petry.

“O selo de orgânico significa que uma certificadora credenciada pelo Ministério da Agricultura esteve aqui nesta propriedade, verificou o processo de produção da lavoura, até a sua colocação no mercado”, esclarece a engenheira agrônoma Vanice Bazzo Shmidt.

Segundo o Ministério, cinco mil produtores rurais em todo o país já estão regularizados e, em pouco tempo, só os produtos que têm um novo selo estarão à venda.

“Acho que vai trazer mais segurança para o consumidor e valorizar mais o produtor que realmente é orgânico”, diz Marcelo Nascimento.

O selo dos produtos orgânicos só não vale para os agricultores familiares. Eles vão ter que se cadastrar na página do ministério da agricultura na internet para vender os produtos diretamente ao consumidor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/