14 de nov de 2012

Emagrecer! Qual a fórmula Mágica?


Emagrecer!

Qual a fórmula Mágica?

Sempre, e em toda a história humana e nos grandes centros populacionais, um dos assuntos talvez dos mais falados e contraditórios seja o de emagrecimento.

Mas é difícil, é contraditório e depende de muitas variáveis. Certamente, não há uma fórmula mágica, como muitos acreditam.

Já esta passando a ideia de que muito exercício físico é saudável e emagrece.

Surgiram diversos métodos, formula remédios infalíveis, dieta da proteína, do carboidrato, do jejum absoluto, da água, da “reza brava”.

Amigos, conscientizemos que não há formula mágica. Não há método infalível e o que há de fato, certamente, são comportamentos individuais distintos, que via de regras, modifica os corpos das pessoas.

Questões sexuais, hormonais, condições psicológicas, de idades diferentes, de percepções diferentes e que dão a falsa impressão de que é mais difícil, ou mais fácil e até mesmo a impressão de que é impossível e desumano.

Parece impossível e contraditório

Idoso e magro

Homens ou mulheres magros.

Atleta Gordo.

Quando falamos de emagrecimento, antes de nos alarmarmos com tais problemas, deveríamos nos lembrar de nossos comportamentos e que estes sim guardam um segredo infalível para emagrecer. A força de decisão.

Os exemplos nos influenciam, mesmo que inicialmente.

É só olhar para aquela modelo que desfila na passarela e pronto, estamos diante do corpo perfeito e que a ele queremos equiparar.

Ao olharmos atletas maravilhosamente treinados, pensamos que aquele corpo e resistência é que tanto desejamos ter e curtir.

Quando em filmes nos deparamos com atores lindos e maravilhosos, nossas fantasias vão além da condição humana.

Daí nos sobra pensamentos e as condições sub- humanas de tentarmos emagrecer.

Há pessoas que deixam de se alimentar, com o intuito de se ver mais magras, passam por verdadeiras sessões de torturas, sob o codinome esporte e saúde. Veem-se em meio a dificuldades de se manterem saudáveis, sem as derradeiras dores que as incomodam e as conduzem a casos extremos de cirurgias.

Mídia e Reality Show

Recentemente deparamos com uma situação de lesão a que foi acometido o ex-jogador Ronaldo (fenômeno), que na tentativa de dar autenticidade a um programa da TV Globo, foi acometido por tais sobrecargas.

Não é fácil, mas não é impossível, mesmo porque os pesos adquiridos não nasceram em nossos corpos e da mesma maneira que vieram, podem ir e recuperarmos nossa saúde.

Para emagrecer, o segredo é: Determinação, Disciplina, prática esportiva e naqueles momentos de fome, de ânsia, de fúria, de angustia, que marca muito, você deve ter uma atitude exemplar ao não comer.

Esta é uma de nossas tantas possibilidades como seres humanos; a condição do livre arbítrio.

É em momento decisivo que devemos nos fixar em objetivo, em meta atingível e na preparação física gradativa, que possa nos conduzir a cômoda situação de termos um corpo melhor treinado e fortalecido emocionalmente.

Como isto se dá?

Pensemos em nossos hábitos, desde a infância e como é atualmente. Você tem hábitos de muita comilança? Sua família se reúne para grandes churrascos e etc.?

Pensemos se nosso dia a dia nos permite comer bem e em horários diversos e que nos nutram adequadamente. Eliminemos os exageros nocivos e desnecessários.

Por fim, pensemos nos treinamentos graduais, com intensidades se intercalando durante o ano, para não terminarmos mais um ano exaustos e sem motivações para continuar.

É possível realizarmos exercícios físicos, estando com nossos corpos mais magros ou mais obesos, mas devemos levar em consideração que, quanto mais tempo permanecermos obesos, pode significar mais lesões em nossos membros inferiores, principalmente.

Se estivermos decididos, pensemos a todos os momentos em quão importante é nosso objetivo.

Pensemos se estamos agindo honestos para nós mesmos e não estamos abortando nosso programa, atacando a geladeira ao anoitecer.

Não nos conformemos de que é realmente muito difícil e impossível de atingir um objetivo.

Lembre-se de se olhar no espelho e ser bastante crítico, para que nosso objetivo seja alcançado menos exaustivamente.

Considerações finais

Treinar com determinação

Comer dentro de uma dieta determinada por um médico ou nutricionista

Olhar o espelho e encarar quem você realmente esta vendo no reflexo.

 

Bons entendimentos com seu corpo e mente.
 
 
Miguel Sarkis
 
 
/